Quinta, 17 de Outubro de 2019
ESPORTE
Brasil supera vaias no primeiro tempo e vence Bolívia com dois de Coutinho e um de cebolinha
Imagem: GLOBOESPORTE.COM
Publicado em 15/06/2019

Após atuação ruim no começo, Seleção reage depois do intervalo e conquista vitória com dois de jogador do Barcelona e golaço de Everton. Partida registra recorde de renda


RESUMÃO

Se a última impressão é a que fica, o Brasil estreou com o pé direito na Copa América. A Seleção de Tite superou as vaias da torcida do Morumbi após um fraco primeiro tempo, reagiu depois do intervalo e venceu a Bolívia por 3 a 0 na estreia da competição, na noite desta sexta-feira. Philippe Coutinho, duas vezes, e Everton, que entrou durante a segunda etapa, fizeram os gols brasileiros. A equipe canarinha agora se prepara para enfrentar a Venezuela na próxima terça-feira, em Salvador.

RENDA RECORDE

O público no Morumbi não foi tão grande quanto o esperado. A estimativa era de até 70 mil pessoas no estádio são-paulino, mas apenas 46.342 pessoas pagaram para ver a estreia brasileira na Copa América. A renda, no entanto, bateu recorde. Ao todo, R$ 22,4 milhões foram arrecadados, o maior valor já divulgado para uma partida disputada no Brasil.



COUTINHO E CEBOLINHA PARA REAGIR!

A reação não demorou. Abriu o placar nos primeiros minutos da segunda etapa. E contou com a ajuda do VAR, na primeira intervenção do árbitro de vídeo da história da Copa América. Após cruzamento de Richarlison da direita, a bola bateu no braço de Jusino. O árbitro Néstor Pitana recorreu ao monitor na beira do gramado, reviu o lance e marcou a penalidade. Coutinho cobrou e converteu. Pouco depois, o camisa 11 aproveitou cruzamento de Firmino para testar e fazer seu segundo gol no jogo. A tranquila vitória brasileira foi completada com uma pintura de Everton Cebolinha, que entrou na segunda etapa. O atacante do Grêmio recebeu pela esquerda, puxou para o meio e acertou um lindo chute, no canto esquerdo de Lampe: 3 a 0.


Por: GLOBOESPORTE.COM
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados